8. O que é mais difícil? Publicar o meu livro ou ter um agente literário?

Se considerarmos que existem cerca de 3.000 editoras e nem mesmo dez agências literárias no Brasil, numericamente, encontrar uma editora parece fácil. Contudo, algumas editoras chegam a receber, por mês, mais de 500 obras, entre nacionais inéditas e estrangeiras. Diante disso, pode-se perceber que a seleção de sua obra não será tão fácil assim. Há, no entanto, todo tipo de acordo para que um livro venha a ser publicado. Uns autores participam dos custos de produção, quando são editados por pequenas editoras. Outros têm a remuneração paga com parte da edição. No entanto, esses acordos – que fogem da regra de pagamentos de direitos autorais – raramente são negociados por intermédio de um agente.

Enfim, são muitos os aspectos entre autor, agente e editor a serem considerados. Ou seja, na relação entre autor, agente e editor há muitas variantes que precisam ser avaliadas; e num mercado inseguro como o brasileiro, o agente é uma garantia adicional de que o autor será remunerado de maneira justa pelo seu trabalho.

← Voltar




*nome

*e-mail

site ou blog

comente a postagem :: tentativas de contato por comentário serão bloqueadas