História em quadrinhos para adultos?

por Página da Cultura

O nosso autor e colaborador Ferréz adora ler histórias em quadrinhos e por esse motivo nós aqui da Página da Cultura fizemos uma seleção dos que você não deveria deixar de ler. Boa Leitura!

O Maus: a história de um sobrevivente de Art Spiegelman foi a primeira história em quadrinhos que ganhou o prêmio Pulitzer em 1992 e conta a história real de seu pai durante a Segunda Guerra Mundial e sua terrível passagem pelo campo de concentração de Auschwitz.

 

Outra indicação em se tratando de quadrinhos biográficos está Persépolis de Marjane Satrapi. É uma auto biografia tendo como pano de fundo a transformação política de seu país, o Irã, de uma monarquia totalitária a um regime teocrático altamente opressor e seus efeitos em uma jovem inteligente e questionadora.

Will Eisne é autor de “A vizinhança: Avenida Dropsie” livro que conta a história dessa Avenida de Nova York desde seu primórdio em 1870, a partir de algumas casas de famílias holandesas e inglesas no cruzamento de duas estradas rurais. O foco narrativo situa-se nas relações sociais entre diferentes origens étnicas e econômicas. Sempre sob o ponto de vista dos moradores, Will Eisner apresenta também diversas questões desde especulação imobiliária, conflitos de classes, economia, industrialização e seus efeitos no cidadão comum. Histórias de amor, pequenas realizações e frustrações perpassam a história; sempre contada com grande riqueza gráfica e sensibilidade.

 

E na tradicional linha do “Family Strips” sugerimos Mafalda de Quino. Focado nos pensamentos e olhar agudo e crítico da protagonista o autor trata de política, economia e educação (na relação de Mafalda com suas professoras). Escrito entre 1962 e 1973 ainda hoje é alvo de ótimas críticas e debates.




*nome

*e-mail

site ou blog

comente a postagem :: tentativas de contato por comentário serão bloqueadas