Literatura de Vanguarda

por Página da Cultura

Rayuela ou O Jogo da Amarelinha do escritor argentino Júlio Cortázar é o livro preferido de nossa autora e colaboradora Mónica Palacios.

Consagrado como um clássico do realismo fantástico e escrito na década de noventa este livro se destaca pelo seu vanguardismo, uma vez que o autor insere nele novas técnicas de leitura e escrita:

O leitor pode começar do capítulo 1 e ir até o 56, tendo assim uma bem construída história sobre um triângulo amoroso. Ou pode optar por começar no capítulo 73, e começar a seguir a ordem indicada por Cortázar. Escolhendo a segunda opção, o leitor verá os acontecimentos de Maga, Oliveira, o Clube da Serpente e o narrador, e depois pode ler citações de grandes autores, textos debatendo a literatura atual, artigos sobre os personagens, desvarios, recortes de um texto maior. Tudo misturado, pulando capítulos para depois voltar aos mesmos, como se fosse um jogo da amarelinha. É um romance de fluxo de consciência introspectiva onde os personagens oscilam e brincam com a mente subjetiva do leitor, e tem várias finais.

Fonte: Wikipédia

O livro também aborda temas universais como a paixão, o destino, nossas constantes dúvidas sobre a vida e nossos infindáveis conflitos.

Mas se você já leu esse clássico ou quer saber um pouquinho mais sobre a biografia deste autor, não deixe de assistir  ao programa Entrelinhas exibido em agosto de 2010.

Clique aqui para visualizar o vídeo!




*nome

*e-mail

site ou blog

comente a postagem :: tentativas de contato por comentário serão bloqueadas