Mosaico

por Henrique Schneider

Quando Paulo viu o envelope na caixa de correio pela manhã, Juliana teve o descortino de saber e pensar, meu Deus, Maria Lucia, veja só, já são vinte e cinco anos de formatura, enquanto Luiz Fernando pegou o convite pensando que vinte e cinco anos estão sempre começando. Ronaldo entrou em casa com o convite e depositou-o cuidadosamente na mesa do café da manhã, tantas lembranças redivivas num repente, Teresa pensou, enquanto já começava a se emocionar só ao olhar aquele papel impresso, porque tinham sido tempos tão bons, comentou João Carlos. Quando terminou a xícara de café, já levando os filhos à escola, Felipe beijou a mulher e Antonio disse que não perderia aquela festa por nada. Ver os amigos, pensou Gabriela, enquanto chegava no escritório, rever aqueles a quem nunca mais havia visto, imaginou Ana Carolina ao tempo em que abria as janelas claras da escola. Pedro Henrique atendeu os clientes da manhã imaginando se Milena continuaria igualmente bonita ou se os anos a haviam embelecido ainda mais, Milena feliz porque ela e Gustavo haviam se graduado juntos e nunca mais se separado. No almoço, Roberto comentou com os filhos que o convite o fizera pensar, Márcia disse, o quanto valia a pena toda esta vida, o quanto as coisas aconteciam bem, pensou Germano, o quanto elas seguiam tranqüilas o seu curso, e então Vera Regina levantou com os amigos que a rodeavam no restaurante um brinde ao convite recebido. Jéferson, quando deixava a filha mais velha nas aulas da tarde, resolveu escutar a música que, vinte e cinco anos atrás, embalara seus inícios com Estefânia, e só percebeu que chorava ao colocar pela terceira vez a canção. Gabriel escutava música quando o carteiro tocou a campainha e o convite foi suficiente para lembrar agora mesmo de ligar para alguns amigos. Ingrid atendeu o telefone e se deu conta de que há quanto tempo, há quanto tempo, coisa tão boa este tempo, Ramon conversou com os clientes da tarde com o envelope sobre a mesa, como a lembrá-lo do quanto a data era importante, e só quando chegou em casa, no início da noite, foi que Renata soube o que a maioria dos colegas já sabia, o envelope contendo lembranças felizes e um frio na barriga, emoção e saudade medidas em olhares para trás e para a frente. Rosália jantou sem fome, porque há tempos sentia um pesinho a mais no estômago, e Cláudio Luiz, entre as risadas dos companheiros de mesa, pediu ao garçom que trouxesse outra porção de batatas fritas, enquanto comentava, feliz, que ia rever algumas pessoas que há anos não enxergava, será que as reconheceria? Na mesa ao lado, sozinho e vinte quilos mais gordo do que na formatura, Bernardo pensava que quando a gente esquece uma saudade, logo depois já nasce outra. Quando saíram do cinema e entraram no táxi, Ângela olhou para o céu e não pode deixar de perguntar-se com alguma tristeza quantos dos colegas talvez já não estivessem mais por aqui, e Alberto alegrou-se numa certeza sem motivos de que todos ainda estariam vivos e bem. Amanda manobrou o carro para sair do jantar de negócios, pensando apenas em chegar em casa e erguer os pés, Ronaldo chegava agora em casa e, enquanto olhava outra vez para o convite que recebera pela manhã e que deixara em cima da mesa da sala, Maria Rita não pode e nem quis evitar o sorriso um pouco ansioso, será que estaria bem para ir à festa? Mas claro que sim, respondeu Adriano à mulher, enquanto entrava no banho, é claro que vou na comemoração, vinte e cinco anos de formatura não acontecem todo o dia, comentou Oscar com a namorada, enquanto secava as costas e escovava os dentes antes de deitar. Marcos fechou o livro e apagou a luz d o abajur, enquanto Rosana, a quinhentos quilômetros de distância, pensou nele, dizendo para si mesma, cheia de vida e de boa esperança, agora ele não me escapa. Não sei, respondeu Otávio Augusto, mas vinte e cinco anos podem ser muito tempo, vinte e cinco anos são uma eternidade e um instante, pensou Rosana, enquanto olhava o filho mais novo a dormir. E então apagaram a luz, elas e eles, e eles e elas foram dormir com o coração um pouco mais quente.




*nome

*e-mail

site ou blog

comente a postagem :: tentativas de contato por comentário serão bloqueadas